A proposta do Seminário Psicanálise e Criminologia, neste ano de 2022, é estudar a psicanálise como ruptura do pensamento criminológico. Diante da descoberta do inconsciente por Sigmund Freud (1900) e do inconsciente estruturado como linguagem trazido por Jacques Lacan tornou-se inconcebível pensarmos o sujeito a partir de uma percepção positivista causal explicativa. A Criminologia construída, seja por dogmas cristãos inquisitórios, como em o Martello das Feiticeras, ou pelo Lombrosianismo, busca explicar o crime e o criminoso.


O objetivo do Seminário em 2022 é levantar questões que tragam a possibilidade de desconstruir a ideia de criminoso natural, pois não há nada de natural no ser falante. Sendo assim, neste ano estudaremos as teorias criminológicas, as estruturas clínicas em psicanálise (neurose, psicose e perversão), a passagem ao ato, o diagnóstico de psicopatia e casos de assassinos em série como o do Harold Shipman, além de casos atuais que nos convoquem.

1º Encontro - 11/08/2022

● Apresentação do caso de Harold Shipman (1946-2004) - médico e assassino em série britânico que entre as décadas de 1970 e 1990 fez mais de 200 vítimas.

Harold-Shipman.jpg

2º Encontro - 25/08/2022

3º Encontro - 08/09/2022

4º Encontro - 22/09/2022

5º Encontro - 06/10/2022

6º Encontro - 20/10/2022

7º Encontro - 03/11/2022

8º Encontro - 17/11/2022